10 passeios gratuitos em Buenos Aires

  • ateneo_grand_splendid
  • bosques_palermo
  • caminito
  • casa_rosada
  • cemiterio_recoleta
  • reserva_ecologica_buenos_aires
  • rosedal_palermo
  • rua_florida_buenos_aires
  • floralis_generica
  • parque_centenario

A cidade de Buenos Aires propõe muitas atividades e passeios. Você pode recorrer parques, bairros e praças. Conhecer lugares históricos e desfrutar das atrações e cultura portenha. Apresento aqui uma lista com 10 passeios ícones que são totalmente gratuitos e imperdíveis para quem visitam Buenos Aires.

1. Caminito

Caminito

A rua mais mais famosa do bairro de La Boca, batizada Caminito, é um passeio de pedestres onde se respira muito do que é a cultura de Buenos Aires, ali tem muitos restaures com mesas postas nas calçadas e shows de tango ao vivo. O passeio é relativamente curto, a final é somente uma rua e outras ao redor. Vale a pena passear com tranquilidade entre as dezenas de lojas de artesanias, principalmente se você quiser comprar alguma lembrança que seja típica de Buenos Aires. Embora o bairro de La Boca seja marginalizado o passeio do Caminito é muito seguro, com policiais fazendo patrulha o tempo todo. Também é um lugar de muita circulação de pessoas e turistas de toda parte do mundo. O único chato em minha opinião é que existem algumas pessoas que ficam oferecendo lugar pra comer todo o tempo, mais tudo bem tranquilo. O lugar funciona todos os dias da semana das 11 as 18 horas no inverno e das 11 as 20 horas no verão.

2. Casa do Governo (Casa Rosada)

Casa Rosada

Na praça de maio se pode adquirir uma boa perspectiva histórica de Buenos Aires. No seu lado sentido Puerto Madero se pode admirar a inconfundível Casa do Governo, mais conhecida como Casa Rosada, sede do governo nacional. Atrás da Casa Rosada se encontra o Museu do Bicentenário, que ocupa o espaço exato em que esteve o forte de Buenos Aires a princípios do século XVIII. Essa proposta de passeio inclui um recorrido por 200 anos de história argentina, assim como uma área artística que exibe marcos do patrimônio argentino que cuja peça central é o mural “Ejercicio Plástico”, do artista mexicano David Alfaro Siqueiros. De vez em quando a própria Casa Rosada é aberta ao público, que pode desfrutar das obras de artes do saguão principal.

3. Cemitério da Recoleta

Cemitério Recoleta

Existe alguma rasão para se visitar um cemitério? Sim, muitas. Para começar é um dos cemitérios mais importantes do mundo. De ruas amplas, repletas de estátuas impressionantes, o cemitério é uma obra de arte, um museu ao ar livre. Existem túmulos com arquiteturas impressionantes, alguns com arquitetura gótica que impressionam. Um dado curioso: o que mais chama a atenção são os caixões expostos no interior dos túmulos, que na maioria dos países não é algo que se costuma ver. Ele está localizado no bairro da Recoleta. Entre as personalidades enterradas nele estão líderes políticos, presidentes da nação, escritores, ganhadores de premio Nobel, atletas e empresários. O túmulo mais visitado é o da Eva Perón (Evita).

4. A Floralis Genérica

Floralis Generica

Na Praça de las Naciones Unidas existe um do monumentos mais singulares e curiosos da cidade de Buenos Aires. Localizada no centro de um pequeno lago e rodeada de jardins, se encontra a Floralis Genérica, uma gigantesca flor de mais de 20 metros de altura construída com aço inox. Foi projetada pelo arquiteto Eduardo Catalano e doada ao Governo de Buenos Aires em 2002. A flor abre e fecha durante o dia de acordo com a posição do sol. De dia está aberta e vai se fechando até fechar completamente a noite. É uma estrutura metálica magnífica, além disso o lugar em que ela fica é ideal para relaxar e passar um tempo.

5. A Reserva Ecológica

Reserva Ecológica de Buenos Aires

É o maior espaço verde da cidades de Buenos Aires com 350 hectáreas de natureza viva, com lagos, bosques e mais de 200 tipos de animais. É ideal para visitar nos fins de semana, desfrutar de passeios em bicicleta e ar puro. A dica é a seguinte: pra visitar a pé tem que gostar de andar, porque irá andar muito, se tiver a oportunidades vá em bicicleta ou até mesmo com vans de turismo que te deixam no interior da reserva.

6. Biblioteca Ateneo Grand Splendid

Ateneo Grand Splendid

Para os amantes de livros é uma obrigação visitar essa biblioteca. O Ateneo Grand Splendid foi escolhida pelo diário britânico The Guardian (2008) como a segunda biblioteca mais importante do mundo. Se converteu em um lugar de passagem obrigatória tanto para o argentinos como para os turistas que podem desfrutar de um espaço cultural que convida a ficar um largo tempo para literalmente, perder-se entre os livros, cômodas poltronas, café e boa música.

7. Rosedal de Palermo

Rosedal de Palermo

Dentro do parque 3 de Fevereiro, no bairro de Palermo, se encontra o Rosedal, com uma coleção de mais de 18 mil rosas e um belo lago que o rodeia. Também conta com um anfiteatro, um pátio estilo andaluz e o jardim dos poetas. Todos os fins de semana, se realizam visitas guiadas em bicicleta. Em 2014, o Rosedal de Palermo festejou seu centenário (1914-2014) e foi reconhecido com o prêmio internacional “Garden Excellence Award” (Jardim de excelência). Este premio é outorgado anualmente pela Federação Mundial das Sociedades de Rosas (WFRS, sigla em inglês). Realmente é um lugar que vale mesmo a pena conhecer.

8. Bosques de Palermo

Bosques de Palermo

Quando for visitar o Rosedal será impossível não ver os famosos bosques de Palermo, até mesmo porque terá que passar por dentro deles para chagar ao Rosedal, é um lugar encantador, muito bonito e ideal para relaxar e curtir a natureza no meio de uma selva de pedra. Esses bosques também fazem parte do parque 3 de Fevereiro. Lá você poderá andar de pedalinho no lago, bicicleta ou patins na calçada que circula todo o Rosedal, eles alugam bibicletas ou patins se quiser andar, mais é um lugar muito bom para caminhar ou correr, muita gente pratica essas atividades lá todos os dias da semana.

9. Parque Centenário

Parque Centenario

O Parque Centenário, batizado assim em 1909 para comemorar os cem anos da Revolução de Mayo foi desenhado pelo paisagista Carlos Thays. No centro do parque tem um lago habitado por patos e peixes e um anfiteatro reconstruído em 2009 pelo Governo de Buenos Aires, onde se realizam espetáculos durante o verão. O parque possui além disso uma fonte, jogos recreativos, murais populares de várias esculturas. Arredor do parque se encontram o Museu Argentino de Ciências Naturais e o observatório da Associação Amigos da Astronomia. Durante a semana funciona na calçada externa uma feira de bugigangas, livros e revistas usadas muito legal, vale a pena conhecer, o Parque Centenário tem um ambiente muito familiar e é comum ver famílias reunidas fazendo atividades familiares por lá.

10. Rua Florida

Rua Florida Buenos Aires

É uma rua comercial, para pedestres, cercada de lojas de todos os tipos nos dois lados da rua, caminhar do começo ao fim da Florida não leva muito tempo, são apenas um par de quadras, é um bom lugar para fazer uma comprinha e assistir algum espetáculo de tango na rua, que costumam acontecer mais no final da tarde. No meio da rua muita gente também vende artesanatos e lembrancinhas. Cruzando com a esquina da Av. Córdoba entre Av. Córdoba e R. Viamonte está a galeria Pacífico, entrada obrigatória para quem passe pela rua Florida, muito elegante com lojas de grife e uma arquitetura refinada e imponente.

Não para por ai…

A lista de passeios gratuitos não se limitam a estes 10 passeios, obviamente é difícil resumir todos os passeios gratuitos ou não em uma lista com apenas 10. Porém gostaria de deixar a você essa seleção de 10 passeios em Buenos Aires que valem a pena fazer.

Guia Buenos Aires

Se você deseja informações atualizadas e de primeira mão reunidas de forma prática em um Guia feito exclusivamente para brasileiros talvez você queira dar uma olhada em nosso Guia completo, acesse: Guia de Buenos Aires para Brasileiros

Artigos relacionados...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *