Buenos Aires Histórica: Passeio San Nicolás

Este recorrido faz parte dos recorridos “Buenos Aires Histórica”. Em suas esquinas praças e edifícios estão ou tesouros da história portenha. O período colonial, as invasões inglesas, os ideais de organização nacional e progresso que formam a identidade da cidade. Não tem nada como recorrer o centro portenho.

San Nicolás

Seu nome vem da Igreja San Nicolás de Bar, epicentro da defesa contra as forças inglesas, durante as invasões de 1806 e 1807, lugar onde se ergueu pela primeira a bandeira Argentina em 1812.

No século XX, a igreja foi demolida e reconstruída na Recoleta, para traçar a Av. Roque Sáenz Peña e ampliar a Av. Corrientes. Em seu lugar, em 1936, se inauguro o emblemático Obelisco, em comemoração do IV Centenário do Primeiro Assentamento Espanhol no Rio de la Plata.

Sugestão de Recorrido em San Nicolás

Segue sugestão de recorrido pelo bairro de San Nicolás.

Recorrido San Nicolas

1. PLAZA LAVALLE

Lavalle, Av. Córdoba, Talcahuano e Libertad

Anteriormente era um quartel militar, a praça adotou este nome em 1878 em memória de Juan Lavalle, militar e político argentino. Na praça se encontra monumentos muito importantes para os portenhos: Hipólito Yrigoyen; Fuente al Ballet Nacional; Memoria Activa. Sobre a rua Libertad se destaca o templo da Congregação Israelita da República Argentina.

Plaza Lavalle

2. OBELISCO

Av. 9 de Julio e Av. Corrientes

Foi inaugurado em 1936 em comemoração ao IV Centanário do Assentamento Espanhol no Rio de la Plata. Na época de sua construção, gerou uma forte resistência da opinião pública, porém com o passar dos anos se transformou em um símbolo da cidade.

Obelisco

3. TEATRO COLÓN

Cerrito, 628

É considerado um dos 10 melhores teatros líricos do mundo, reconhecido por sua acústica e pelo valor artístico do edifício. Pelo seu cenário, passaram cantores, bailarinos e intérpretes de fama internacional. Em 2010, a cidade de Buenos Aires celebrou a reabertura do Teatro Colón, depois de um grande trabalho de restauração.

TEATRO COLÓN

4. TEATRO NACIONAL CERVANTES

Av. Córdoba e Libertad

Inaugurado em 1921, é um dos principais cenários do país. Seu nome homenageia ao literário espanhol, autor de  Dom Quixote de la Mancha. Muitos dos elementos de sua ambientação interior, com,o azulejos, vidros e tapeçaria foram traídos da Espanha.

5. CENTRO CULTURAL BORGES

Florida, 737 Galerías Pacífico

É um importante empreendimento cultural criado pela Fundação para as Artes. Tem como objetivo promover e estimular a arte e a cultura da Argentina e difundir o patrimônio histórico, cultural e artístico, tanto a nível local como internacional. Inaugurado em 1995, ocupa um importante espaço dentro das Galerias Pacífico.

CENTRO CULTURAL BORGES

6. CASA DE DOMINGO FAUSTINO SARMIENTO

Sarmiento, 1251

Nesta casa de fachada neo italiana residiu Domingo Faustino Sarmiento (1811- 1888) desde 1875 até sua morte. Destacado escritor e educador, foi presidente da nação entre 1868 e 1874, e um impulsionador do progresso do país, em particular da educação pública. É por isso que o 11 de setembro, aniversário de sua morte, se celebra na Argentina o dia do Professor.

7. MIRADOR MASSUÉ

Talcahuano e Tucumán

Este mirante em forma de templo grego formou parte de um desenho emblemático de Alfred Massué, importante arquitecto, projetado em 1909. O edifício atual, de desenho moderno, preservou o antigo mirante.

mirador_massue

8. TEATRO LOLA MEMBRIVES

Av. Corrientes, 1280

É um dos teatros tradicionais da avenida Corrientes. Construído em 1927, seu nome é uma homenagem a uma das artistas mais destacadas na representação das peças dos escritores espanhóis Jacinto Benavente e Federico García Lorca. Possui uma fachada de estilo neo renascentista italiano e três janelas com arcos de meio ponto no andar superior, decoradas com vitrais policromáticos.

9. PALACIO DE JUSTICIA

Talcahuano, 550

Também conhecido como Palácio dos Tribunais, este edifício de sete andares de estilo neo clássico com influências gregas e romanas, abriga a sede do Poder Judicial e da Corte Suprema de Justiça da Nação. Foi projetado pelo arquiteto francês Norbert Maillart e inaugurado em 1942.

10. TEATRO Y CENTRO CULTURAL GENERAL SAN MARTÍN

Av. Corrientes, 1530

Situado no coração da cidade, o edifício foi inaugurado em 1960. Possui três salas de teatro, um cinema, salões para exposições e uma galeria de fotos. Pertence ao Complexo Teatral de Buenos Aires e dispõe de dois elencos estáveis: O Ballet Contemporáneo e o Grupo de Titiriteros (Grupo de Marionetistas).

11. MULTITEATRO (ANTIGUO TEATRO BLANCA PODESTÁ)

Av. Corrientes, 1238

Esta sala nasceu como cinema em 1914 e em 1922 consagrou-se ao gênero teatral. Por seu cenário passaram grandes figuras e foi nele onde se conheceram, em 1933, Carlos Gardel e Federico García Lorca.

12. IGLESIA Y EX CONVENTO DE SANTA CATALINA DE SIENA

San Martín, 705

Inaugurado em 1745, foi o primeiro convento para mulheres da cidade e abrigou as irmãs catalinas até 1974. Durante a invasão inglesa de 1807, o templo funcionou como hospital para receber os feridos de ambos os lados.

13. TEATRO ALVEAR

Av. Corrientes, 1659

Desde 1942 esta sala é um clássico da música e do teatro argentinos. Com capacidade para mil pessoas e uma moderna infraestrutura técnica, conta com oficinas de cenografia, iluminação, som e alfaiataria. A sala faz parte do Complexo Teatral de Buenos Aires.


Esses são os pontos de interesse do recorrido do bairro San Nicolás. Como podemos ver Buenos Aires é a cidade dos Teatros, pra quem gosta desse tipo de atividade não irá faltar opção.

Aqui deixo dentre esses pontos turísticos os mais importantes, que é útil caso você faça uma viajem curta e não tenha tempo para passar por todos eles:

  • PLAZA LAVALLE
  • OBELISCO
  • TEATRO COLÓN

Guia Buenos Aires

Se você deseja informações atualizadas e de primeira mão reunidas de forma prática em um Guia feito exclusivamente para brasileiros talvez você queira dar uma olhada em nosso Guia completo, acesse: Guia de Buenos Aires para Brasileiros

Artigos relacionados...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *